Caiman - www.caiman.com.br
logo-caiman2.gif

Em 1998, Roberto Klabin ofereceu a primeira base de campo para o Projeto Arara Azul. Por meio de convênio firmado com a UNIDERP, a Caiman forneceu uma casa para os pesquisadores e também construiu um Centro de Visitantes do Projeto Arara Azul.
foto-patroc-caiman.jpg

Essa base foi um marco para o Projeto, pois pela primeira vez pode-se constituir uma equipe de campo permanente. Em sua maioria, as pesquisas passaram a ser conduzidas no R. E. Caiman com a instalação de ninhos artificiais e a recuperação de ninhos naturais. Numa área de 52 mil hectares, mais de 60 ninhos naturais foram cadastrados e 60 artificiais foram instalados. Com tanta oferta de cavidades, dezenas de casais de araras-azuis das redondezas vieram se reproduzir na Caiman, que virou um verdadeiro “centro de reprodução”. Com isso, não só a população de araras-azuis foi beneficiada, triplicando, como também outras espécies de aves que passaram a utilizar as caixas-ninho.

Em 2006 Roberto Klabin demoliu a casa antiga e cedeu um novo espaço para os pesquisadores, construiu um laboratório e reformou o Centro de Visitantes, onde passam centenas de hóspedes todos os anos. Roberto Klabin contribui com R$ 15 mil reais por ano com o Instituto Arara Azul.


 

Copyright © 2009 - Instituto Arara Azul. Todos os direitos reservados. All rights reserved. Créditos do Portal