Campanha Adote um Ninho
 

   No início da década de 80, a situação da arara-azul (o maior psitacídeo do mundo) no Pantanal era crítica: com uma população em torno de 1500 indivíduos, a espécie constava no apêndice I do CITES, no Red Data Book e na Lista Oficial de Espécies da Fauna Brasileira Ameaçadas de Extinção. Mas em 1990, com o início do Projeto Arara Azul este status começou a mudar.  
   Com os resultados das primeiras pesquisas de campo, foi observado que um dos principais fatores que limitavam o crescimento das araras azuis era a falta de grandes cavidades para reprodução. Haviam poucas espécies arbóreas com capacidade de formação de cavidades e além disso, ninhos estavam sendo perdidos por queimadas, desmatamentos e excesso de pisoteio pelo gado.
   Assim, as atividades de manejo como a experimentação de ninhos artificiais tiveram início nos primeiros anos do Projeto. Foram realizados testes com materiais, modelos e tamanhos de ninhos diferentes até chegar ao modelo que foi utilizado imediatamente e por isso, vem sendo utilizados até hoje.
  No Pantanal Sul, as araras-azuis são bastante seletivas, pois 95% de seus ninhos são encontrados em uma única espécie arbórea: o manduvi. Os outros 5% são em outras árvores como angico branco, ximbuva, tarumã, entre outras. Essas árvores-ninho já são velhas, com média de 80 anos, muito próximas de cair. Considerando esses fatores, há uma tendência à diminuição de ninhos naturais para a arara-azul nas próximas décadas, tornando a ave dependente do aporte de ninhos novos, por isso, incentivamos os proprietários a preservar áreas de plantas jovens e conservar as árvores antigas. Como medida de curto e médio prazo, ninhos artificiais poderão ser instalados. Logo, o manejo de ninhos naturais é realizado com o objetivo de aumentar a vida útil da cavidade.
   Entre as ações preventivas estão:
·         -Adição de serragem: diminui a profundidade vertical do ninho, facilitando a postura de ovos para as araras-azuis;
·         -Manejo com tábuas/telas/chapas de metal: diminui a entrada da cavidade, dificultando a predação e entrada de água de chuva.
   Sendo um sucesso de ocupação pelas araras-azuis e outras espécies, as ações de manejo nos ninhos artificiais são:
·         -Instalação de novas caixas: aumenta a disponibilidade de locais de nidificação para as araras-azuis e outras espécies (disponibilizando os ninhos naturais para as araras);
·         -Reinstalação de ninhos artificiais: assim como em cavidades naturais, as caixas são reutilizadas pelas araras a cada estação reprodutiva, sofrendo desgastes, sendo necessário substituí-las a cada ano;
·         -Manejo com tábuas/arames/chapas de metal: são ações pontuais, geralmente realizadas durante a estação reprodutiva, que consistem em cobrir buracos feitos pelas próprias araras.   
Reprodução das araras-azuis
   A estação reprodutiva das araras-azuis geralmente abrange o período de julho a janeiro, sendo que as araras-azuis possuem uma baixa taxa de reprodução (número de jovens que voaram por número de ninhos que tiveram ovos): a cada 100 casais que produzem filhotes, quatro jovens são efetivamente acrescidos no grupo de araras do Pantanal de Miranda. Sendo assim, a baixa disponibilidade de árvores-ninho, somada às características naturais da espécie, entre outros fatores, explicam o porquê das araras-azuis estarem ameaçadas de extinção.
   Os recursos do programa “Adote um Ninho” serão voltados para o custeio do manejo dos ninhos e instalação/reinstalação de ninhos artificiais. Ao participar da campanha, você estará contribuindo para a manutenção da biodiversidade do Pantanal: tanto as araras-azuis como várias outras espécies de animais que ocupam as mesmas cavidades. A sua participação nessa campanha é de fundamental importância. Sem a sua ajuda será praticamente impossível manter este importante trabalho.
   Para ver a campanha completa, clique aqui: arara/LinkClick.aspx
   Se você quiser auxiliar as equipes do Projeto e do Instituto Arara Azul entre em contato conosco e saiba como ajudar! Acompanhe nossas atividades também pelo Facebook!
Telefone: 0xx 67 3222-1205
Horário de atendimento: 8h - 11h / 13h - 17h

 

Copyright © 2009 - Instituto Arara Azul. Todos os direitos reservados. All rights reserved. Créditos do Portal