Ararinha azul 


Nome popular
: Ararinha azul 
Nome científico: Cyanopsitta spixii.
Comprimento: 55 a 57 cm.
Peso: 296 a 400 g.
Coloração: inteiramente azul, sendo que na cabeça o tom é um pouco mais pálido e nas asas o tom é mais escuro.

Distribuição Geográfica
: Curaçá, cidade ao norte da Bahia.

Habitat
: Mata de galeria da caatinga onde predomina a caraíba (Tabebuia caraíba).

Alimentação
: Sementes de Jatropha sp, Cnidoscolus sp; e frutos de Ziziphus sp e Maytennus sp.

Status
: Considerada EXTINTA na natureza (CITES I). O último exemplar desapareceu em 2000, restando pouco mais de 60 indivíduos criados em cativeiro, sendo a maioria fora do Brasil. Existe um grupo de estudo com esforços internacionais para recuperação da espécie, coordenado pelo IBAMA. Os efeitos positivos do real envolvimento da população local, promovido pelo Projeto Ararinha Azul em Curaça na Bahia (www.ararinha-azul.vila.bol.com.br) ainda são efetivos e ao mesmo tempo que se busca o aumento da população em cativeiro, se conserva o habitat específico, visando futuras reintroduções.
Casal de ararinha azul (C.spixii) no Zoo de SP. 
Foto: René Cardoso do Santos

 
Imagem dos sonhos - O retorno da 
ararinha azul na natureza.
Arte feita por Mark Stafford-
Parrots International
Último exemplar de Ararinha azuil 
(C. Spixii) com Maracana.
Foto: Luis Cláudio Marigo

Copyright © 2009 - Instituto Arara Azul. Todos os direitos reservados. All rights reserved. Créditos do Portal